terça-feira, 4 de junho de 2013

Da minha motivação pra compor

Meu samba não é psicografado.
Nem é divina luz de inspiração.
É pensamento meu. Filosofado
se quer; e poesia e canção.

Meu samba é da lida resultado.
Trabalho duro. É reflexão.
É irrequieto. É inconformado.
É minha busca da libertação.

Sonora trilha que no dia-a-dia
Canta a alegria e encanta a dor
Da minha gente que é de preta cor.

Terraqueana e negra magia
Forjou-me um cronista da pretaria.
Eis o porque de eu ser compositor.