terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

É coisa da Vila [Parabéns Neymar!]


O estádio é repleto
Geral é o agito
Meu time é completo
E o jogo é bonito

O craque, discreto
No jogo, restrito
Põe-se então desperto
Virado no esprito

Um pique e um breque
Fez sentar o beque
E o outro zagueiro

Daí, o goleiro
Ganhou um sombreiro
E… Gooooool do moleque!

Daí que... Da mulher e da condição humana

No momento em que uma quantidade significativa de mulheres compreenderem a armadilha que pode ser o condicionar sua realização máxima enquanto ser ao ato de conceber/gerar em seu ventre vida ou vidas, aí sim haverá efetivamente possibilidade de uma real e significativa transformação do/no mundo em que vivemos, pois, estará sendo rompido verdadeiramente o grilhão que impede a mulher de exercer, sem nenhum controle que não o seu, sua plena condição humana.

Penso eu!